Ex-deputado Roberto Jefferson acusa Congresso e STF de tramar ‘golpe’ contra Bolsonaro

0
395
Roberto Jefferson ficou conhecido também por ter feito a denúncia que resultou no processo do Mensalão contra o PT

A denúncia foi feita em live transmitida ontem e com apoio do próprio presidente; as organizações Globo e o PT também estariam no conluio

Por Cláudio Ulhoa

Esta semana a política deve ser pautada pelas falas bombásticas e surpreendentes ditas ontem (19) pelo ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB-RJ) sobre a possível arquitetura de um “golpe” contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A denúncia foi feita durante uma live, que inclusive foi divulgada pelo próprio Bolsonaro. Na fala do ex-deputado, o plano para retirada de Bolsonaro do poder estaria sendo articulado pelo Congresso e pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

“O que eu tenho assistido e o Brasil tem presenciado é que o Rodrigo Maia e o Alcolumbre vêm tomando a agenda politica das mãos do presidente Bolsonaro, que foi eleito para governar o Brasil. O Rodrigo não obedece mais os interesses do Governo”, disse Roberto Jefferson.

Além desses atores, a trama também estaria sendo edificada com apoio de uma possível ligação entre o Partido dos Trabalhadores (PT) e o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), e com respaldo e publicidade das organizações Globo. Na denúncia, o ex-parlamentar detalha que o plano consistiria na aprovação de um pedido de impeachment feito pelo atual presidente da OAB nacional, Felipe Santa Cruz.

Para tanto, Rodrigo Maia aceitaria o pedido de impedimento do presidente desde que os congressistas aprovassem uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) permitindo sua reeleição, uma vez que a reeleição, em casos de recondução para o mesmo cargo na eleição imediatamente subsequente, é vedada pelo artigo 57, da Constituição Federal, e também pelo artigo 5º do Regimento Interno da Câmara dos Deputados.

O presidente Jair Bolsonaro durante a transmissão da live em que Jefferson fez a denúncia do ‘golpe’

Também na live, que fora transmitida pelo jornalista Oswaldo Eustáquio, em seu canal do YouTube, Jefferson defendeu o presidente Bolsonaro e garantiu que ele é um homem “sério” e que não faz “esquema com empresa pública” para se manter no poder.

“Fui líder dele [na bancada do PTB, na Câmara]. Sempre tive por ele uma profunda admiração e confiança. Bolsonaro é moralmente inatacável, e não é por corrupção que será o impeachment, mas por outro caminho”, detalhou Roberto Jefferson.

Contexto

A denúncia do ex-deputado se apresenta como relevante, não só porque fora compartilhada e transmitida ao vivo por Bolsonaro, mas também porque se trata de um ex-parlamentar cuja história política é marcada também por outra denúncia, a do caso do Mensalão, envolvendo o governo do ex-presidente Lula.

Na época, o escândalo estourou em 2005, quando o então deputado federal Roberto Jefferson disse ao jornal Folha de S.Paulo que o PT teria pago R$ 30 milhões vários deputados, por mês, para votar a favor do governo na Câmara. Os fundos supostamente vieram dos orçamentos de publicidade das empresas estatais, canalizados através de uma agência de publicidade de propriedade do então publicitário Marcos Valério.

A denúncia comprometeu seriamente o governo Lula, levando à queda o braço forte do governo à época, o ministro-chefe da Casa Civil, Zé Dirceu. O caso também quase comprometeu a reeleição de Lula.

Manifestações

Desta vez Roberto Jefferson não está contra o governo, mas sim a favor. E ele não parece estar só, conforme mostraram as manifestações ocorridas em todo o país, neste domingo (19), em apoio ao governo de Jair Bolsonaro. O protesto foi organizado por simpatizantes do governo em comemoração ao Dia do Exército.

Houve registro de atos em diversas cidades brasileiras. No DF, o presidente chegou a participar de um que aconteceu em frente ao Quartel Geral do Exército, em Brasília. “Eu estou aqui porque acredito em vocês. Vocês estão porque acreditam no Brasil”, ressaltou o presidente.

Fonte Blog do Ulhoa

Compartilhe:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui