- PUBLICIDADE -

O ASSUNTO É

Blocos de Carnaval têm monitoramento de drones e câmeras no DF

Os eventos de Carnaval do Distrito Federal são monitorados por meio de drones e câmeras de videomonitoramento. As imagens captadas são encaminhadas ao Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob) e aos centros de comando e controle das corporações, alocados na Cidade da Segurança Pública, que foi montada no Estacionamento Norte da Torre de TV.

O monitoramento dos blocos por drones foi previsto no Protocolo de Operações Integradas (POI), definido a partir de reuniões da SSP-DF com representantes das forças de segurança e demais órgãos envolvidos | Fotos: Divulgação/SSP-DF

O monitoramento estava previsto no Protocolo de Operações Integradas (POI), definido a partir de reuniões sob a coordenação da Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP-DF) com a participação de representantes das forças de segurança e demais órgãos envolvidos.

“O Ciob opera com 30 órgãos, instituições e agências do Governo do Distrito Federal (GDF) voltados para segurança, mobilidade, saúde, prestação de serviço público e fiscalização. Estamos atentos a todos os eventos e temos, ainda, o apoio da equipe de monitoramento por meio de drones, o que facilita o acesso em locais de grandes multidões”, ressalta o secretário executivo de Segurança Pública, Alexandre Patury.

As aeronaves não tripuladas que atuam no Carnaval 2024 já são utilizadas pela SSP-DF em operações especiais, ações de salvamento e manifestações na área central da capital.

O Detran-DF inovou neste ano e realizou a identificação de crianças. Somente nesta segunda-feira (12), 500 pequenos foliões receberam pulseiras com os dados dos responsáveis

“Com isso, conseguimos ampliar a capacidade de monitoramento de multidões e as áreas de difícil acesso, o que nos permite identificar comportamentos suspeitos e dar resposta rápida em situações de emergência”, explica o chefe da Assessoria de Assuntos Estratégicos da pasta, Márcio Lobo.

Identificação infantil

Uma das orientações para que as crianças não se percam nas multidões é identificá-las. A Polícia Militar do DF (PMDF) realiza campanhas de identificação todos os anos. Além da presença de policiais nos blocos infantis, a corporação disponibiliza em seu site oficial um modelo de documento, para que os responsáveis pelas crianças sejam localizados com mais facilidade e rapidez.

Nesta segunda-feira (12), 86 pequenos foliões receberam a identificação no Eixo Cultural Ibero-Americano. No sábado (10) e domingo, o total de identificação chegou a 361. O Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) inovou neste ano e realizou a identificação de crianças. Somente nesta segunda-feira (12), 500 pequenos foliões receberam pulseiras com os dados dos responsáveis.

A DF Legal segue observando as licenças, horário de início e fim de funcionamento e estimativa de público dos eventos carnavalescos. Ambulantes precisam estar licenciados para funcionar e não podem comercializar objetos perfurocortantes, tais como garrafas de vidro e espetinhos

Com a identificação fica mais fácil localizar pais e responsáveis, pois nem sempre as crianças têm o telefone decorado, como explica o porta-voz da PMDF, major Raphael Broocke. “Isso ajuda os agentes de segurança na identificação do responsável”. O militar completa dando outras orientações. “É muito importante aconselhar a criança a não aceitar alimentos ou bebidas de pessoas estranhas ou, ainda, convites de desconhecidos. Além disso, orientar para que as crianças sempre fiquem por perto, com os responsáveis sempre atentos a movimentações de terceiros e sempre combinar um ponto de encontro com as crianças, explicando a elas que, caso se percam, procurem um policial militar imediatamente”, alerta.

DF Legal

Na tarde desta segunda-feira (12), a DF Legal realizou cinco apreensões de garrafas de bebidas alcoólicas, que eram comercializadas de maneira irregular no Estacionamento 12 do Parque da Cidade.

A secretaria segue observando as licenças, horário de início e fim de funcionamento e estimativa de público dos eventos carnavalescos. Ambulantes precisam estar licenciados para funcionar e não podem comercializar objetos perfurocortantes, tais como garrafas de vidro e espetinhos.

Ocorrências

A PMDF realizou quatro apreensões por porte de substância entorpecente. Os militares também apreenderam uma arma branca e encaminharam um suspeito enquanto ele tentava furtar um veículo no Estacionamento 12, do Parque da Cidade.

Detran

Durante a Operação Carnaval Seguro, realizada pelo Detran-DF nesta segunda-feira (12), foram montados pontos de bloqueio em que os agentes realizaram 490 abordagens. Desse total, foram realizados 460 testes de etilômetro. Em doze deles os motoristas foram autuados por alcoolemia, seis motoristas não tinham habilitação e outros cinco estavam com habilitação vencida. Oito motociclistas foram autuados por alteração nos escapamentos dos veículos. No total, 20 veículos foram removidos.

A equipe da Diretoria de Educação esteve presente no Bloco da Baratona, onde está montada uma grande estrutura para receber os foliões de todas as idades, com o objetivo de alertar a população sobre os riscos da mistura de bebida alcoólica e direção e outros procedimentos de segurança. Foram atendidos 700 foliões. As equipes vão trabalhar no período da noite em bares das regiões administrativas.

*Com informações da SSP-DF

Fonte: Agência Brasília

- PUBLICIDADE -

Últimas

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo
Relacionadas