13 C
Distrito Federal
sexta-feira, 14 maio, 2021 - 04:56 AM

Esporte cria grupo para promover o acesso às pessoas com autismo nos COPs

Projeto quer incentivar o esporte para crianças e adultos

No Dia Mundial de Conscientização do Autismo, a Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), criou um grupo de trabalho para incluir e promover o acesso de pessoas com autismo nos programas da pasta. A ideia surgiu durante uma conversa, online, na tarde desta quinta-feira (2), pela rede social Instagram, com o secretário de Esporte e Lazer, Leandro Cruz, e o presidente do Movimento Orgulho Autista Brasil, Fernando Cotta (Moab), que falavam sobre a importância do esporte como ferramenta de inclusão.

O grupo de trabalho será formando por quatro integrantes da SEL (Marcela Parsons, responsável pelo Esporte da Pessoal com Deficiência; Marcelo Ottoline, da secretaria de Esporte, Lazer e Espaços Esportivos; e Paulo Dubois, diretor dos Centros Olímpicos e Paralímpicos) e Fernando Cotta (Moab). E eles irão trabalhar em prol da criação de um programa especificamente para autistas na área do esporte.

Atualmente, os autistas são atendidos juntos com os demais alunos nos Centros Olímpicos e Paralímpicos.  O COP de Santa Maria é um dos equipamentos do DF que recebe este público. Por lá, são 26 alunos que passam por atividades para desenvolver as habilidades motoras básicas de locomoção, manipulação e estabilização. Eles também fazem atividades que buscam o fortalecimento dos processos de cognição e socialização.

“As 12 unidades dos Centros Olímpicos e Paralímpicos já atendem alunos com autismo, agora vamos reorganizar a estrutura para melhorar e ampliar o atendimento desses alunos. É importante lembrar que quando falamos de autismo, não são apenas crianças, mas sim todos aqueles que têm necessidades para o atendimento, isto vai de crianças a idosos. E nós temos uma grande estrutura nos COPS para atender este público do Distrito Federal”, destacou o secretário Leandro Cruz.

Para o presidente do Moab, Fernando Cotto,  este grupo de trabalho é um grande presente para as famílias de pessoas com autismo no Distrito Federal.  “Isso vai ajudar a promover o desenvolvimento não apenas dos alunos com autismo, mas também das famílias.  Vamos fazer com que os adultos também sejam incentivados a praticar uma modalidade esportiva. A criação deste grupo é um grande presente, e veio para somar, neste Dia Mundial de Conscientização do Autismo”, comemorou.

* Com informações da Secretaria de Esporte e Lazer

Informações Agência Brasília.

Continue Lendo

Redes Sociais

21,951FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -