15.6 C
Distrito Federal
quarta-feira, 23 junho, 2021 - 00:28 AM

Parceria entre secretarias leva práticas integrativas às escolas públicas

Rede pública de saúde oferta 14 tipos diferentes

Após um ano de projeto piloto em uma escola pública de ensino médio no Gama, as secretarias de Saúde e de Educação lançaram, nesta sexta-feira (26), o Práticas Integrativas nas Escolas – recursos terapêuticos baseados em conhecimentos tradicionais, voltados à prevenção de doenças e tratamentos paliativos. Agora, com a oficialização, o governo do Distrito Federal contemplará outras sete instituições de ensino.

“Em cada colégio serão oferecidas 11 práticas integrativas. A gerência de Atenção Primária, responsável pela região, juntamente com cada escola, montou equipes que desenvolverão essas práticas semanalmente”, explica a idealizadora do projeto e referência técnica distrital em Terapia Comunitária, Doralice Oliveira.

Durante a solenidade de lançamento do projeto, também foi inaugurado o Espaço Olhar, onde serão oferecidas práticas integrativas aos professores da rede pública de ensino do DF. O local tem decoração acolhedora, já apontando a tranquilidade e harmonia que as práticas oferecem. Na entrada, há um mosaico chamado “Iris Solar”, produzido por artistas do Caco Terapêutico do Instituto de Saúde Mental.

“Todas as escolas participantes do projeto terão salas como essa. Na Escola Classe 16, por exemplo, se chama Espaço Cativar”, conta Doralice.

“Hoje temos 14 práticas integrativas disponíveis e pretendemos expandir essa área na Saúde do Distrito Federal. Partindo-se dessa valorização, estamos abertos a ampliar essa parceria firmada hoje com a Educação”, acrescentou o secretário-adjunto de Gestão em Saúde, Sérgio Costa.

Presente ao evento, o secretário de Educação Rafael Parente disse que a intenção é que o projeto seja levado para todas as escolas do Distritos Federal. Durante a solenidade, ele foi presenteado com um quadro pintado pela aluna do CEF 4 do Gama, Rafaela Machado, que tem deficiência intelectual.

Antes do lançamento do projeto, ainda na manhã desta sexta-feira (26), foram ofertadas pela Gerência de Práticas Integrativas em Saúde diversas páticas, entre elas, Tai Chi Chuan, Meditação, Terapia Comunitária Integrativa, Reiki, Técnica de Redução do Estresse, Ayurveda, Naturologia, Yoga, Automossagem, Auriculoterapia e Lian Gong.

ENTENDA – Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece, de forma integral e gratuita, 29 procedimentos de Práticas Integrativas e Complementares (PICS) à população. Os atendimentos começam na unidades básicas de saúde, principal porta de entrada para o SUS.

Evidências científicas têm mostrado os benefícios do tratamento integrado entre medicina convencional e práticas integrativas e complementares. Além disso, há crescente número de profissionais capacitados e habilitados e maior valorização dos conhecimentos tradicionais de onde se originam grande parte dessas práticas.

Clique aqui e saiba mais sobre as práticas integrativas e onde encontra-las na rede pública de saúde do DF.  Agência Saúde

Continue Lendo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redes Sociais

22,042FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -