24.6 C
Distrito Federal
quinta-feira, 17 junho, 2021 - 17:10 PM

Pronto-socorro do Hmib tem atendimento restrito temporariamente

Mudança para espaço reformado será feita hoje; atendimento volta ao normal nesta quarta-feira

O atendimento aos pacientes com classificação laranja e vermelha está restrito, temporariamente, nesta terça-feira (12), no pronto-socorro da Pediatria do Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib). Isso ocorre devido à mudança do espaço onde o local funcionava, provisoriamente, para o definitivo, cuja obra foi concluída este mês. A previsão é que esse remanejamento dure apenas um dia. O atendimento aos pacientes classificados como verde segue sendo realizado normalmente.

“A transferência é feita pela mesma equipe que está na assistência, por isso é necessário fazer a restrição no atendimento, que será, a princípio, só por hoje. Quanto mais rápido for feita a mudança, mais rápido volta o atendimento para toda a demanda”, explicou a diretora de Atenção à Saúde do Hmib, Julister Maia, ao destacar que a maior parte da demanda recebida na unidade é de classificação verde.

Fotos: Breno Esaki/Saúde-DF

Enquanto isso, a mudança para o novo pronto-socorro inclui o deslocamento de equipamentos médicos, computadores, berços, macas, mesas, além das 16 crianças internadas no local. A transferência será feita ao longo de um percurso de aproximadamente um quilômetro, entre o Banco de Sangue do Hmib – onde funcionou provisoriamente o pronto-socorro – e o atual espaço. Assim que for concluída, o novo local atenderá os pacientes.

Depois de reformado, o pronto-socorro da Pediatria conta agora com a instalação de piso vinílico, pintura de paredes e teto, retirada das fórmicas do revestimento e colocação de novas divisórias. “Com a reforma, foi dado ao ambiente hospitalar do pronto-socorro características mais aconchegantes, para melhor atender os pacientes”, ressalta Julister.

Fotos: Breno Esaki/Saúde-DF

OBRAS – Em todo o Hmib, o piso das áreas de circulação será trocado, as paredes dos corredores receberão pintura e os bate-maca serão substituídos. Todo o hospital será revitalizado.

A obra é custeada com recursos de um convênio firmado em 2008 entre a Secretaria da Saúde e o Ministério da Saúde, e só agora, com o SOS DF Saúde, foi viabilizada. Mais de 2,7 mil metros quadrados do espaço passam por intervenções.

Leandro Cipriano,da Agência Saúde

Continue Lendo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redes Sociais

22,042FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -