17.6 C
Distrito Federal
sexta-feira, 23 julho, 2021 - 23:35 PM

Depois do asfalto, é a vez da iluminação

Mais de 300 mil pessoas serão beneficiadas com as novas luminárias instaladas na DF-440, na Rota do Cavalo

Setenta e três postes de aço com luminárias de vapor de sódio de 250 watts agora ocupam a pista de 1,5 km | Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

Primeiro foi a pavimentação asfáltica, que deu uma nova cara à Rota do Cavalo. Agora, é a vez da iluminação. A recém-inaugurada estrada que liga a região às cidades do Itapoã e Sobradinho estará toda iluminada a partir desta segunda-feira (19), por meio de um trabalho realizado pela Companhia Energética de Brasília (CEB) na via (DF-440).

Setenta e três postes de aço com luminárias de vapor de sódio de 250 watts agora ocupam a pista de 1,5 km. Além disso, oito vãos de rede de energia de média tensão e dois transformadores monofásicos de 10 kva (kilovoltampere) estão sendo instalados. Centenas de empregos foram gerados com as melhorias.

É um trajeto cada vez mais disputado, desde que o asfalto substituiu a terra e trouxe nova vida à região rural. “Isso é qualidade de vida, segurança e dignidade para a população local. A pavimentação era um pedido de quase 20 anos dos moradores do Paranoá e Itapoã, que atendemos com o empenho do DER-DF [Departamento de Estradas de Rodagem], mas faltava algo: a iluminação. Mais um passo concluído”, destaca o secretário de Obras, Luciano Carvalho.

Centenas de empregos foram gerados com as melhorias| Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

A pista também se tornou uma importante rota para encurtar caminho e tempo quando o destino é o Plano Piloto. Moradores da Rota, do Paranoá e do Itapoã já usam o atalho pavimentado para ir e voltar à região central de Brasília, reduzindo a distância em 5 km.

Mas não é só o tráfego de veículos que melhora. Ali, a circulação de pedestres é intensa. “Muita gente pratica exercícios físicos e anda pelas margens da rodovia durante o dia. Agora, com a luz, também fará [as atividades] à noite. Sem falar da produção dos chacareiros da região, que chegará mais fácil até o Itapoã”, explica o administrador regional, Marcio Cotrim.

Segundo Cotrim, o próximo passo é construir uma ciclovia em um trabalho conjunto com a Novacap e o DER-DF. O projeto está em andamento e será implementado em 2021.

O comércio também agradece. Morador do Itapoã e presidente da associação comercial da cidade, João Pereira, o João do Violão, ressalta que o benefício é enorme para toda a comunidade.

“É uma ‘mão na roda’ não só para os produtores, mas também para os comerciantes do Itapoã que usam a estrada. Sem falar na comunidade, que espera há mais de 15 anos essa pista, que dava uma volta enorme. Passei por lá e está ficando excelente”, conta João, que coordena a associação, com cerca de 2.800 comerciantes.

É uma ‘mão na roda’ não só para os produtores, mas também para os comerciantes do Itapoã que usam a estrada. Sem falar na comunidade, que espera há mais de 15 anos essa pista, que dava uma volta enormeJoão Pereira, presidente da Associação Comercial do Itapoã

Recursos

O valor investido na estrada da Rota é proveniente da Contribuição de Iluminação Pública (CIP), taxa paga mensalmente por todos os contribuintes na conta de energia. É a arrecadação sendo reinvestida em benfeitorias pelo DF.

“Trata-se de um recurso da taxa de iluminação pública sendo aplicado em melhorias para o cidadão. Vai iluminar uma via que todos utilizam. Não só quem mora na Rota do Cavalo ou no Itapoã e Paranoá, mas quem dirige e passou a usar a avenida com mais conforto”, pontua o diretor técnico da CEB Holding, Fabiano Cardoso.

Obras a todo o vapor

E as obras no Itapoã seguem a passos largos. A Praça dos Direitos, na Quadra 203, foi inaugurada na terça-feira (13), com a presença do governador Ibaneis Rocha. Já a continuidade da pavimentação da Avenida Brasil até a DF-001 tem metade dos trabalhos concluídos.

Foram assinadas ainda pelo governador ordens de serviço para asfaltamento e construção de galerias pluviais nas quadras 202, 203, 318, 366, 378 (Mandala) e 379. A Escola Classe da Quadra 203 também já foi autorizada e será erguida ao lado da praça. O conjunto de obras foi viabilizado com recursos de uma emenda parlamentar da deputada federal Flavia Arruda.

Informações Agência Brasília.

Continue Lendo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redes Sociais

22,042FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -